Depressão
Exemplo de imagem

Depressão

Quando estamos vivendo plenamente, fazendo uso de nossas habilidades de resolver os problemas, novas situações que aparecem, conseguindo lidar com situações adversas, perdas e ganhos.
Estamos evoluindo como pessoa, tendo metas,rumo e foco.
Mas, a vida moderna trás para nosso cotidiano, muita pressa, agitação, muito compromissos inadiáveis.
Essas condições faz com que tenhamos, grandes desgastes.
Então, chega uma hora que temos, alguma falta de ânimo, falta de vontade e disposição.
Deixamos algumas coisas para depois, sentimo-nos menos amados, sem gratidão, sem reconhecimento, sem elogios ou valor.
Começa então um processo de desânimo, cansaço, irritação, vontade de sumir ou fugir, uma certa melancolia, angústia e insônia.
Dois ou três dias nesta situação é normal, como se seu organismo, força-sse você a parar, diminuir o ritmo, sua velocidade.,
Quando esta situação, permanece mais de duas semanas e começamos a enxergar tudo cinza, sem perspectiva, sentindo-se mal amado. Acompanhado de choro sem motivo, achando que tudo está em ruínas, desmoronando em sua volta, não tendo ninguém para ajudar, então está caracterizado depressão LEVE.
Continuando a situação, perdurando por mais tempo, sendo acompanhada por outros indícios, como falta de vontade de cuidar da casa, da higiene dos filhos, cuidar do marido e esposa sem vontade de sair.
Querendo ficar só e de preferência no escuro do quarto, sem banho, visita e não querendo conversar com ninguém, não se arrumando, não pentear os cabelos, afastando-se de tudo e de todos,.com choro compulsivo, então tem-se um quadro de depressão PROFUNDA.
A persistir os quadros acima, com choro convulsivo sem motivo aparente e com ideias suicidas, enxergando somente trevas em sua vida, consagra-se assim uma depressão MÓRBIDA.
Em qualquer dos casos é necessário a busca de ajuda especializadas, psiquiatra, psicólogo ou mesmo clínico geral.
Hoje em dia tem remédios, que controlam muito bem, permitindo que tenhamos uma vida normal.
Tem casos de depressão que duram mais de trinta anos.
Fazendo uso de medicação e tendo conhecimento e controle da doença, a pessoa sabe quando está em crise.
Tomando remédio, fazendo caminhadas, passeios ,adquirindo confiança em si, sentindo-se amada a pessoa segue uma vida normal. Funcionando bem para viver o dia à dia e buscar espiritualidade.



SIGA A GENTE NO FACEBOOK